Fashion

o-que-e-moda

Nesse momento deixe de lado as revistas, os desfiles, as grandes marcas e pare para pensar da forma mais íntima e pessoal possível: o que é moda para você? Vira e mexe debatemos esse assunto por aqui. É tanta coisa acontecendo nesse mundo que às vezes a gente se vê meio tonta e se a resposta para essa questão não estiver clara é fácil deixar de lado o que a gente acredita e consumir moda sem significado nenhum.

Se tem uma coisa em que a Flávia e eu sempre acreditamos é que a moda deve servir a gente como indivíduo em primeiro lugar. Ela precisa fazer sentido na sua vida e te entregar algo de bom. A moda está aí pra fazer da gente pessoas mais felizes e criativas, deveríamos buscar nos vestir sempre com isso em mente.

Mais do que sonhar com um item desejo ou investir na tendência do momento – o que pode significar moda pra muita gente – acreditamos que ela serve como forma de expressão. Ela tem o poder de refletir a sua personalidade mostrando não o que você usa, mas sente. Por isso, a gente também acredita que a moda é uma forma de se encontrar, de prestar mais atenção em você mesmo e aos poucos ir se descobrindo. O que eu gosto? O que eu não gosto? Preciso mesmo usar isso porque todos estão usando?

Na moda não existe certo ou errado, o que vale acima de tudo é o seu sentimento. Não quer dizer que você não possa usar a blusinha do momento, a diferença está exatamente em conseguir perceber o que combina ou não com você e usar algo porque gosta e faz sentido e não porque todo mundo está usando, sabe? Então bóra pensar mais em você e fazer da moda algo mais leve e divertido?

Tags: ,

Durante todos esses anos de blog muitas vezes recebi comentários de leitoras desejando ter o meu guarda-roupa e sonhando em ter tantas peças. Para muitas mulheres ter um closet abarrotado de roupas ainda é o ideal fashion. Afinal ter milhares de opções na hora de se vestir, estar por dentro das últimas tendências e poder usar todo dia uma roupa nova parece mesmo tentador né?

Só parece! Depois de acumular muitas peças – muitas mesmo! – acho que posso dar a minha opinião sobre o assunto. Não sei dizer ao certo quantas peças já tive, mas pela quantidade de roupas que passaram pelas 4 edições do FashionCooltureShop e pela nossa loja online do Enjoei, além das peças que ainda me restam dá para imaginar o tamanho do meu guarda-roupa!

fashioncoolture-loja-online-enjoei

E quando digo guarda-roupa é apenas de modo figurado, pois no apartamento em que eu morava anteriormente com a minha mãe as minhas roupas já estavam dominando toda a casa e já tinham passado há muito tempo as fronteiras do meu quarto.

Quando precisei me mudar para um apartamento menor comecei a me dar conta da loucura que era manter todas essas peças e do quão inviável seria encontrar um espaço para tudo isso.

Além das questões relativas ao espaço necessário para o meu guarda-roupa, também percebi que me vestir já não era tão divertido quanto antes. Cada vez menos os meus looks eram criativos e eu já nem sabia mais qual era exatamente o meu estilo. Olhar para todas aquelas peças empilhadas, bagunçadas e sem uso era mesmo angustiante.

Foi então que me dei conta que o sonho de ter um guarda roupa gigante era na verdade um pesadelo! E estão aqui as 10 razões que me levaram a essa conclusão:

.

1.Não tenho nada para vestir

Não importa o quão grande seja o seu closet esse pensamento persiste! É pura ilusão achar que vai ser mais fácil se vestir se você tiver mais roupas. Mesmo com o guarda-roupa lotado muitas vezes me vi “sem opções”.

Afinal se as roupas não são coordenáveis entre si, precisam de ajustes ou simplesmente não te atraem elas estão apenas ocupando espaço sem trazer qualidade nenhuma na hora de montar os looks.

.

2. Menos criatividade

Nos primeiros anos do blog eu me sentia muito mais criativa. Quando você precisa se virar com menos peças você inventa novas maneiras de usar uma mesma peça, busca combinações diferentes e experimenta todas as possibilidades.

Já com o guarda-roupa abarrotado acabei caindo sempre nas combinações mais óbvias. Não é preciso estimular a criatividade, pois já está tudo ali pronto e disponível. E a parte divertida da moda não é justamente criar e se expressar de uma forma única? Parece que tudo perdeu um pouco da graça com a enorme quantidade de peças.

.

3. Espaço

Quando você tem roupas demais é praticamente impossível guardar e organizar tudo perfeitamente. A menos que você tenha uma condição financeira realmente incrível e more em algum lugar que te permita ter um closet gigante.

Como este não é o meu caso e nem o da maioria das pessoas é importante admitir que um guarda-roupa enorme não cabe nas nossas vidas e ocupa espaços que poderiam estar sendo melhor aproveitados.

.

4. Roupas que não significam nada

Embora eu me lembre de quase todas as peças de roupa que passaram por mim e consiga assimilar detalhes como a marca ou tamanho, poucas foram as peças que realmente me marcaram.

No meio das milhares de roupas que tive muitas eram apenas “mais uma”. As vezes tendências que experimentei mas sequer me identifiquei. Ou peças que não refletem em nada o meu estilo pessoal e que não tem nenhuma história para contar!

Muitas peças sem personalidade e poucas peças realmente incríveis.

.

5. Quantidade x qualidade

Esse trechinho da Oficina de Estilo resume bem esse tópico: “É mais inteligente ter uma quantidade razoável de peças bem boas – feitas em material de qualidade, com acabamento durável– do que ter montes de peças que logo nas primeiras lavagens desbotam, descosturam, soltam botões, criam bolinhas no tecido”.

Nem preciso falar mais nada né? Admiro muito o trabalho da Cris e da Fê e elas resumiram perfeitamente essa ideia. E infelizmente preciso admitir que entre as muitas peças que eu tinha estavam peças com qualidade duvidosa.

.

6. Demorar muito tempo para se arrumar

Quando você tem muitas roupas se arrumar pode se tornar bem mais complexo. Às vezes a peça que você imaginou para determinado look está perdida no meio de tantas outras. Ou as possibilidades são tantas que para experimentar tudo você perde um tempo gigantesco.

Definitivamente não é prático!

fashioncooltureshop-20 guarda roupa inteligente

.

7. Angustiante

Eu nem sou a pessoa mais preocupada com organização, energia das peças paradas, mas inegavelmente ter tantas coisas acumuladas não dá uma sensação boa, sabe?

Cada vez que eu precisava de uma peça específica ou me deparava com as peças amontoadas e espalhadas pela casa inteira gerava uma angústia enorme.

Mais uma vez as meninas da Oficina explicam direitinho isso lá no blog delas: “Esperto é ter o essencial, o que realmente faz a diferença (e o que a gente AMA) e tirar da frente e da vida o que é excesso e só ocupa espaço — físico e mental.”

.

8. Custo

No meu caso a grande maioria das peças foram recebidas como presente ou como trabalho no blog. Mas não consigo parar de pensar nos custos para ter um guarda-roupa gigante. Imagina só se eu tivesse comprado cada uma dessas peças?  $$$$$$$$

Não dá para negar que é um bom dinheiro e poderia ser usado de tantas outras formas. Já imagino logo uma viagem!

.

9. Muitas roupas nunca usadas e outras que estragam com o tempo

Ter mais roupas do que dias no ano para usa-las não é algo muito bom ou inteligente. O resultado disso tudo é muitas peças nunca usadas (e com tanto potencial!) e outras tantas estragadas com o longo tempo sem uso. Ter muitas peças também exige cuidados especiais para a conservação de cada uma delas. Peças de tecidos delicados, couro, paêtes, são muitos os cuidados.

Então encontrar peças estragadas ou nunca usadas no meu guarda-roupa me deixa realmente triste!

.

10. Consumo consciente

Por fim, em tempos de consumo consciente chega a ser absurdo ter tantas peças né?

Sair comprando compulsivamente sem verificar as origens, os detalhes da produção, da matéria prima e descartando as peças na mesma velocidade em que compra faz mal para o nosso bolso, para o meio ambiente e muitas vezes também para a mão de obra empregada nessas peças.

A gente não precisa de tanta coisa!

fashioncoolture-consumo-consciente

Por isso continuo firme no desapego por aqui e procurando selecionar cada vez mais as marcas com que a gente trabalha aqui no blog. Hoje ainda tenho muita coisa, depois da lojinha ainda saíram mais 12 sacolas de roupas. Ainda assim admito que preciso diminuir mais o meu guarda-roupa.

Daqui há alguns meses volto a escrever sobre o assunto para contar para vocês sobre os meus avanços nesse processo de mais consciência e menos acúmulo de peças!

Se você gosta de ler, ama moda e é apaixonado pelo mundo dos blogs como a gente, vai adorar a lista de livros de blogueiras de moda que preparamos! Das primeiras publicações do gênero, até as mais recentes, a relação conta com nomes conhecidíssimos do meio, além de obras nacionais incríveis que não poderíamos deixar de compartilhar. Ainda não deu pra ler tudo e a listinha não para de crescer, mas aqui vão alguns livros que com certeza merecem um espacinho na cabeceira:

1. THE BLONDE SALAD, CHIARA FERRAGNI – WWW.THEBLONDESALAD.COM
Seleção de fotos e looks prediletos da blogueira, além de dicas de moda e estilo.

The Blonde Salad book Chiara Ferragni livros de blogueiras de moda fashion coolture

2. STYLE, LAUREN CONRAD – WWW.LAURENCONRAD.COM
A evolução do estilo pessoal da blogueira e um pouco das suas fontes de inspiração.

Style Book Lauren Conrad fashion bloggers books

3. CUPCAKE & CASHMERE, EMILY SCHUMAN – WWW.CUPCAKESANDCASHMERE.COM
Dicas de moda, estilo, decoração e receitinhas para diversas ocasiões.

Cupcake Cashmere book Emily Schuman fashion bloggers book

4. LOVE X STYLE X LIFE, GARANCE DORÉ – WWW.GARANCEDORE.COM
Moda, estilo, compras, maquiagens e como (tentar) ser uma mulher linda por dentro e por fora.

Love x Style x Life book Garance Doré livros de blogueiras de moda fashioncoolture

5. MAN REPELLER, LEANDRA MEDINE – WWW.MANREPELLER.COM
Memórias divertidas com fotos do arquivo pessoal da blogueira e histórias sobre a sua trajetória.

Man Repeller book Leandra Medine

6. ON THE GO, KRISTINA BAZAN – WWW.KAYTURE.COM
A história do blog e os momentos importantes da carreira da blogueira.

On the Go book Kristina Bazan fashion bloggers book

7. P.S. – I MADE THIS…, ERICA DOMESEK – WWW.PSIMADETHIS.COM
Guia de estilo com dicas e 25 projetos de faça você mesmo inspirados em street style e tendências.

P.S. - I made this... book Erica Domesek

8. HOJE VOU ASSIM , CRIS GUERRA – WWW.CRISGUERRA.COM.BR
Um “não manual” de moda que propõe a descoberta, desenvolvimento e criação do próprio estilo.

Hoje vou assim livro de moda Cris Guerra

9. VISTA QUEM VOCÊ É, CRIS ZANETTI E FÊ RESENDE – WWW.OFICINADEESTILO.COM.BR
Como descobrir o seu estilo próprio e adequar seu guarda-roupa para as suas preferências.

formal dresses

10. IT GIRLS, ALESSANDRA GARATTONI – WWW.ALEGARATTONI.COM.BR
Criado após o término do blog da autora “It Girls”, aborda o fenômeno e conceitos do termo.

It Girls livro Alessandra Garattoni

Conta aqui nos comentários o que achou da nossa lista! Já leu algum dos livros? Vamos adorar receber indicações também! (:

Por Ariadne Brito

FashionCoolture - 09.04.2015 look du jour Mondabelle plaid navy blue (1) FashionCoolture - 09.04.2015 look du jour Mondabelle plaid navy blue (2) FashionCoolture - 09.04.2015 look du jour Mondabelle plaid navy blue (3) FashionCoolture - 09.04.2015 look du jour Mondabelle plaid navy blue (4) FashionCoolture - 09.04.2015 look du jour Mondabelle plaid navy blue (5) FashionCoolture - 09.04.2015 look du jour Mondabelle plaid navy blue (6)

Aqui no look du jour os conjuntos vão continuar também no outono e inverno, dessa vez a aposta é a camisa e a saia xadrez da MondaBelle com uma coordenação de cores que amei, azul marinho e verde! Usei as cores para toda a produção com blazer vintage e bolsa Dafiti. Nos acessórios usei o meu clássico chapéu da Oasap e bota over the knee  Dafiti.

————————-

I’ll probably keep wearing some cool suits also for autumn and winter, this time with long sleeve shirt and skirt from MondaBelle with plaid print in navy blue and green. I’m also wearing a vintage blazer (yep, one of my favourites!). Accessories with classic hat from Oasap and over the knee boots from Dafiti.

saia|skirt: MondaBelle \ camisa|shirt: MondaBelle \ blazer: vintage (similar aqui e aqui) \ chapéu|hat: Oasap \ bolsa|bag: Dafiti \ bota|boots: Dafiti

FashionCoolture - 09.04.2015 look du jour Mondabelle plaid navy blue (7)

FashionCoolture - 18.02.2015 look du jour Displicent (1) FashionCoolture - 18.02.2015 look du jour Displicent (2) FashionCoolture - 18.02.2015 look du jour Displicent (3) FashionCoolture - 18.02.2015 look du jour Displicent (4) FashionCoolture - 18.02.2015 look du jour Displicent (5)

Hoje o look du jour tem animal print com um toque de cor, inspiração boa para a próxima estação. A saia da coleção de inverno da Displicent tem estampa de oncinha e uma cartela de cores neutra, por isso adicionei um detalhe colorido com a t-shirt coral e o sapato, ambos Dafiti. A jaqueta Boda Skins e a bolsa Dafiti são neutras e complementam o look sem interferir na harmonia e nos acessórios tem os anéis e pulseiras da Marina Zardo que depois vou mostrar em detalhes por aqui.

———————–

Today’s look du jour is all about animal print with a touch of colour! I’m wearing a leopard printed skirt from Displicent winter collection and a coral t-shirt and shoes from Dafiti to change a little bit. Also wearing a classic jacket from Boda Skins and nude bag from Dafiti. Acessories with Marina Zardo cute rings and bracelets.

saia|skirt: Displicent \ jaqueta|jacket: Boda Skins \ t-shirt: Dafiti \ bolsa|bag: Dafiti \ acessórios|jewelry: Marina Zardo \ sapato|shoes: Dafiti

FashionCoolture - 18.02.2015 look du jour Displicent (6)

'