coolflatlays

Yay, eu nem consigo explicar para vocês a alegria de ver o @coolflatlays crescendo! Chegamos aos 10 mil seguidores e para comemorar montei duas fotos especiais para celebrar o momento. Uma especialmente para vocês, leitores, que me acompanham e curtem esse novo trabalho, trocam dicas e inspirações comigo por lá. E outra para as marcas que acreditaram no meu trabalho e são essenciais para que eu possa continuar me dedicando e produzindo cada vez mais.

E aí vem a pergunta que mais tenho recebido por lá: dá para trabalhar com flat lay?! Como funciona? Como monetizar?

Vou começar respondendo a essas perguntas contando sobre a minha experiência. No meu caso, não vou negar que o @fashioncoolture obviamente ajudou bastante na divulgação do meu trabalho com os flat lays. Já ter alguns seguidores e contatos com as marcas facilitou o surgimento de parcerias. Ainda são poucas, é verdade, mas ter marcas como Pandora, Panvel e Tutu acreditando nesse trabalho é um bom começo né?

Mas para conquistar a confiança das marcas e o reconhecimento dos leitores produzi muitas fotos sem ganhar absolutamente nada. Já mencionei isso no stories uma vez e grande parte das fotos que vocês vêem no coolflatlays foi produzida por prazer, para explorar novas possibilidades e para o meu próprio aprendizado. Acredito que é um longo caminho, que exige dedicação, mas vai valer a pena.

Dito isso, dá para ter uma ideia de que é sim possível trabalhar com flat lays mas que vai exigir um certo empenho e muita vontade. Ainda quer transformar esse sonho em realidade? Então vamos às dicas para quem quer começar do zero:

trabalhar com flat lay

1. Produza um portfolio

Se você quer trabalhar com fotos de flat lay é essencial que você monte um portfolio que mostre o seu potencial, seu estilo de trabalho e que possa servir como referência para futuras colaborações. Nesse caso não tem lugar melhor do que as próprias redes sociais e o instagram está aí ao alcance de todos né? Pensa em um nome bacana e já cria logo o seu @!

2. Defina – ou não! – a sua área de atuação

Explore todas as possibilidades que você pode oferecer ou se especialize em uma área específica. Você pode produzir flat lays só sobre comidas, ou maquiagem ou moda ou etc… E ser especialista em um único tipo de foto. Isso é bacana pois pode te tornar referência em determinado assunto.

Ou você pode trabalhar com todas essas áreas e mostrar toda a sua versatilidade. Nesse caso é legal ir explorando todos os temas que você sabe e pode produzir e mostrar todo o seu potencial. Experimente e fotografe para ampliar cada vez mais a sua experiência e área de atuação.

3. Encare o seu trabalho profissionalmente

Isso é muito importante. Se você pretende trabalhar de verdade com flat lays é importante demonstrar profissionalismo. Produza suas fotos da melhor maneira possível. Mesmo que no começo você não tenha condições de ter uma câmera profissional ou alguma estrutura de estúdio, faça o possível para produzir com qualidade. Mesmo em casa, alguns pequenos truques (já compartilhei vários por aqui em outros posts!) podem te ajudar.

O mesmo vale para a administração do seu perfil no instagram, cuidado com as legendas e frequência das postagens. Nesse último ponto é legal pensar em uma certa periodicidade nas postagens. Mesmo que você não tenha clientes, continue produzindo para manter a atenção de eventuais leitores e marcas, além de aumentar o portfolio, ele vai ser muito importante no futuro.

4. Cultive uma boa relação nas redes sociais

Depois que você começar a postar use as redes sociais a seu favor para crescer, divulgar o seu trabalho e buscar novas inspirações. Como eu disse anteriormente o instagram é o paraíso dos flat lays. Use as hashtags para pesquisar novos trabalhos e conhecer outros perfis. E também para tornar o seu trabalho mais conhecido. Existem muitas hashtags específicas de flat lays. Experimente escrever #flatlay e você vai ver várias opções. E, claro, use a #coolflatlays também que eu vou adorar conhecer o seu trabalho. (;

Além disso, siga marcas e perfis que possam ser relevantes para o seu trabalho. Comente e interaja para criar uma relação e uma teia de contatos. É um trabalho de formiguinha, mas é importante.

5. Procure marcas que tenham afinidade com o seu trabalho

Acho que essa é a parte mais esperada né? Como conseguir parcerias?

Depois que você já tiver produzido alguns flat lays você já deve ter em mente algumas marcas que se encaixariam perfeitamente no seu estilo de foto. Aquele produto que você sonha em fotografar, sabe? Então, depois que você já tiver seguido os passos anteriores e tiver algo concreto e bacana para apresentar para as marcas é hora de entrar em contato e correr atrás dos trabalhos. Seja sempre

Eventualmente algumas marcas poderão conhecer o seu trabalho e entrar em contato espontaneamente. Nesse caso não tem mistério, basta dar continuidade aos contatos e responder às propostas que forem surgindo.

Mas se isso não acontecer, você pode entrar em contato diretamente com as marcas, tanto por email quanto por direct no próprio instagram. Em geral, os influencers possuem um midia kit, que nada mais é do que um arquivo com todas as informações que possam ser uteis na hora de fechar uma parceria, como número de seguidores, formas de trabalho e preço. No começo não se preocupe com isso!

Um email pode te apresentar bem, fale brevemente sobre o seu trabalho e mostre o seu portfolio. Tenha em mente quais são os seus objetivos com aquela parceria. O que você pode oferecer para a marca? Fotos de qualidade e atrativas para serem usadas na rede social dela? Eventuais seguidores? Pense que a parceria tem que ser vantajosa para ambos os lados.

E se não surgirem propostas de trabalho com remuneração, por que não pensar em parcerias em troca de produtos para as fotos? Se a marca for bacana e você achar que vale a pena essa pode ser uma opção interessante. Assim você melhora o seu portfolio e vai agregando mais valor a ele. Lembra que eu falei que é um caminho longo e é preciso empenho? Esse pode ser um primeiro passo! (;


Sabe que eu nunca tinha parado para pensar nesse assunto? Mas depois de receber tantas perguntas, achei que definitivamente valia um post e espero ter ajudado.

Se você ainda ficou com alguma dúvida, deixa aqui um comentário e eu vou respondendo vocês. Quem sabe não rende um novo post com mais dicas e informações sobre flat lays?


Mais sobre flat lays:

Tags:

Aproveitei um dia livre em SP no último sábado para procurar objetos fofinhos e variados para as minhas fotos do @cooflatlays. Embora eu já tenha algumas coisas super bacanas para fotografar, confesso que estava precisando de uma renovada no acervo. Basta uma pecinha ou outra para dar vida nova às inspirações.

A meta era comprar basicamente coisas de papelaria, enfeites e pratinhos, a base de grande parte das minhas fotos. O preço era outro fator importante, não queria nada muito caro. Então por sorte vi no stories da Joyce Kitamura (amo!) a inauguração da Miniso em SP e muitas peças fofas e baratinhas, como eu precisava. Vocês já ouviram falar nessa rede de lojas?

Fui logo para o Google dar uma pesquisada e descobri que a Miniso chegou recentemente no Brasil, por enquanto só em SP. E basicamente em todas as reportagens ela era apontada como concorrente da Daiso, ambas lojas asiáticas, com produtos variados, com design fofo e preços que predominam entre R$9,90 e R$7,99.

Coloquei logo na minha lista os endereços das duas lojas e fui checar de pertinho os produtos. Além disso, dei um pulinho no shopping Morumbi que ficava pertinho do nosso hotel e comprei mais algumas coisinhas por lá. Todas as peças e informações vocês encontram aqui embaixo:

Miniso

máscaras para dormir / cartões / colher / cadernos de urso: Miniso

prato / memory board / caderno madeira / caderno Paris / esponja urso: Daiso

caderno dourado: Renner

caneca rosa e guardanapos estampados: Camicado

prato floral / caderno floral /  bandeja Paris: Daiso

carteira melancia / porta moedas redondinho / donut com clips: Miniso

máscara para dormir: Renner


Eu visitei a Miniso do Shopping Ibirapuera e mesmo chegando por volta das 11:00 algumas peças já tinham esgotado. O preço de quase todos as minhas compras foi R$9,90 e esse é o preço médio dos produtos na loja. A minha compra favorita foram as máscaras para dormir e os caderninhos.

Já a Daiso eu visitei no Shopping Cidade Jardim e na Av. Jabaquara, em ambas os produtos oferecidos eram parecidos. Os valores médios das peças era R$7,99 e a minha compra favorita foram os potes de bichinho (muito amor!). A rede tem vendas online, mas somente com entregas para o estado de SP, infelizmente!

livro Fashion House da Megan Hess: Saraiva

xícara para chá de folhas: Camicado


Outra loja que rendeu algumas comprinhas fofas, essa no Shopping Morumbi, foi a Camicado. Indicação da minha melhor amiga, Bruna, e que também tem loja online entregando para todo Brasil. Adorei as louças e talheres à venda. Comprei essa louça com folhas verdes, uma caneca rosinha e também os guardanapos estampados que mostrei ali em cima. A caneca é simplesmente fofíssima, vocês viram? O preço é R$24,90.

E o livro da Megan Hess é a minha nova paixão. Adoro o da Coco Chanel que vocês já viram inúmeras vezes no @coolflatlays, e esse é inspirado no universo da decoração, tão lindo! Comprei na Saraiva e também está à venda online, inclusive o novo livro dela, inspirado em Paris, também já está em pré-venda.

pote de bichinhos: Daiso

pote de bichinho: Daiso

caderninhos estampados: Miniso

caderno dourado: Renner


Essas foram as minhas comprinhas especialmente para o @coolflatlays em SP. Agora é hora de trabalhar e colocar todas essas novas ideias e inspirações em prática, esperem novas fotos em breve!

Definitivamente foram boas compras, que vão render muitas fotos e com preços bons. Da próxima vez quero visitar a 25 de março. Alguém tem dicas de lá?


Mais sobre flat lays:

fundo para fotografia de flat lay

Entre as perguntas mais frequentes que recebo sobre flat lays estão as relacionadas ao fundo das fotos. Muita gente tem dúvidas sobre como escolher a melhor opção ou como deixar bem branquinho ou, ainda, sobre variações que possam deixar as fotos ainda mais criativas.

Atualmente a maior parte das minhas fotos tem fundo branco. No início, como mostrei inúmeras vezes no Instagram stories do @coolflatlays, eu fotografava usando a parte superior de um armário branco. Desde então já experimentei muitas outras opções, desde cartolina, EVA, lençol, lona impressa… mas optei pelos revestimentos cerâmicos.

As razões são muitas: praticidade, fácil de limpar, relativamente leve e fácil de carregar para outros lugares caso queira trabalhar com outra luz, infinidade de cores e texturas. Além disso, escolhi peças quadradas que facilitam muita a montagem das fotos já no formato do Instagram.

Como eu disse, tenho preferencialmente usado fundo branco nas fotos, por isso escolhi revestimentos claros, apenas com um leve efeito marmorizado. Aqui em cima estão as duas variações que mais uso: uma placa quadrada com efeito marmorizado e outra hexagonal com a mesma textura.

fundo para fotografia de flat lay

ELIANE: PLACE AC 60X60CM 

Ambas as peças são da Eliane, aqui em cima está a referência do quadrado maior. Esse é o fundo mais frequente das minhas fotos. O efeito marmorizado é discreto, mas deixa as fotos com um ar mais natural já que o branco não é tão chapado. Além disso, a peça tem acabamento acetinado, por isso não brilha e não interfere nas fotos.

Esse revestimento é vendido em caixas com 4 unidades. Eu fotografo peças pequenas e tenho pouco espaço em casa, então atualmente uso somente uma unidade. Mas se você tem espaço ou quer fotografar composições maiores com looks ou outros tipos de peças, as 4 unidades serão perfeitas para montar um quadrado maior.

ELIANE: PLACE T-3000 HEX AC 30X30CM

Já a opção hexagonal vem em peças recortadas menores, como aquela na primeira foto do post. Aqui em cima está a referência deste revestimento que também é da Eliane. E, assim como a opção anterior, ele também tem acabamento acetinado, por isso não brilha nas fotos.

Esse revestimento é vendido em caixas com 10 unidades. Para as fotos do @coolflatlays eu uso 4 unidades que se juntam como um quebra cabeça e formam um quadrado maior. Caso você precise de um fundo maior basta unir mais peças.

E se você curte flat lays e pesquisa referências por aí, já deve ter visto esse fundo hexagonal em inúmeras fotos. É uma ótima opção para variar um pouco e deixar as fotos mais interessantes.

DECORTILES: SIXTIES WHITE 30X30CM 

Por fim, uma outra opção que também já apareceu nas minhas fotos do @coolflatlays é o revestimento Sixties da Decortiles. Particularmente esse é o meu favorito aplicado à ambientes e aqui fica um pequeno spoiler da minha futura casa!

Foi ele que usei na foto acima, e a variação em relação ao hexagonal da Eliane é pequena. O Sixties é liso, sem efeito marmorizado e tem o acabamento mais brilhoso. Para as fotos eu prefiro o Hexagonal da Eliane, pois o espaço para o rejunte entre as peças é menor e fica mais discreto. Repara só como no Sixties você consegue ver a telinha que liga as peças. É um detalhe, mas pra mim faz diferença!

Esse revestimento vem em caixas com 22 unidades. Semelhante ao Hexagonal da Eliane, eu uso somente 4 unidades que juntas formam um quadrado.


Como eu citei lá no começo do post, uma das vantagens dos revestimentos cerâmicos é a infinidade de tamanhos, cores e texturas disponíveis. Basta uma olhadinha rápida no site da Eliane e da Decortiles para vocês perceberem isso (tem cada revestimento maravilhoso!).

Então se você tem espaço e muita criatividade dá pra escolher inúmeras opções de fundos para as suas fotos. Enquanto isso eu sigo sonhando em ter um estúdio para poder trabalhar com todas essas opções e compartilhar aqui com vocês, claro!


Ainda ficou com dúvida? Tem alguma outra curiosidade sobre esse tipo de foto? É só deixar um comentário ou checar os meus outros posts sobre o assunto!

Mais sobre flat lays:

flat lay

Na semana passada contei para vocês do meu novo projeto só com flat lays no Instagram né? O @coolflatlays continua a todo vapor e tem postagens novas quase todos os dias por lá. Se você ainda não tá seguindo, fica de olho porque algumas das dicas que vou compartilhar por aqui hoje mostrei em tempo real no stories e tenho respondido dúvidas por direct.

Mas dando continuidade ao primeiro post com 6 dicas para uma foto de flat lay perfeita resolvi compartilhar mais alguns truques e detalhes sobre esse tipo de fotografia. Vamos lá:


1. Quadradinho

Eu uso as fotos de flat lay basicamente só no Instagram (@coolflatlays!). Então para mim as fotos ideais são no formato quadrado para que o feed fique mais bonito e harmônico. Acho que a maioria também é assim né?

Como contei naquele post com dicas gerais de fotografia, faço todas as fotos com a Canon 6D, inclusive as de flat lay. Mas nem sempre eu consigo dimensionar a foto quadradinha corretamente só olhando antes de fotografar, então eu uso a câmera do celular no formato quadrado para pré-visualizar a minha composição.

Assim consigo garantir que a foto vai ficar quadradinha, sem a necessidade de cortar um pedaço ou sobrar muita margem. Para ter certeza de que ficou exatamente como imaginei, ainda passo a foto da câmera para o celular através do wi-fi e já verifico em algum programa de edição se o enquadramento ficou perfeito. Nada pior do que desmontar toda a composição e depois perceber que o formato não ficou quadrado!

2. Paciência

Pra mim o flat lay é uma arte minuciosa e é preciso um bocado de paciência para chegar no melhor resultado. Um dia desses vou contar quantas vezes subo e desço da escada para alinhar algum objeto ou melhorar o enquadramento ou simplesmente mudar tudo e começar do zero.

Muitas vezes apenas olhando não consigo identificar se a harmonia geral da foto está boa, então preciso fotografar e analisar na máquina se o resultado está como imaginei. E sendo bem sincera, raramente fica perfeito de primeira.

Olha só aqui embaixo alguns registros que fiz enquanto montava um flat lay. Comecei com uma ideia, depois resolvi mudar tudo e não satisfeita mudei tudo novamente. É assim na maioria das vezes, olha só:

Tudo isso pra chegar nesse resultado aqui ó:

flat lay

3. Objetos no lugar certo

Essa dica eu mostrei 2 vezes no stories do @cooflatlays enquanto fotografava. Posicionar corretamente os objetos é essencial para ter uma foto perfeita, mas nem sempre isso é uma tarefa fácil quando você tem peças arredondadas ou inclinadas.

Esse é o caso da maioria dos óculos! Quando você o coloca sobre a mesa, geralmente o óculos fica inclinado, caidinho, por conta do formato. Para garantir que ele fique posicionado para cima e saia bem na foto eu uso uma cola azul, tipo uma massinha, que é reaproveitável, cola em tudo sem estragar e pode ser usada no tamanho e quantidade que você quiser.

A minha é essa da foto abaixo, a Blu Tack. Já tenho há cerca de 10 anos e continua perfeita e sendo muito útil. Não encontrei essa marca para vender no Brasil, mas parece que a Pritt tem uma versão bem parecida, alguém já testou? Enfim, recomendo muito essa massinha que salva nossa vida na hora de posicionar os objetos.

Aqui embaixo dei um exemplo com óculos, que eu uso bastante. Repara que na primeira foto o óculos está caidinho e na segunda, já com a cola, ele está virado para cima. Nesse caso é um detalhe, mas também pode ser usado para manter um lápis, por exemplo, que não fica parado na posição correta.

Enfim, as possibilidades são muitas e essa cola pode facilitar e muito o posicionamento dos objetos.

4. Inspiração

Nas fotos de flat lay a inspiração pode vir de qualquer lugar! Eu por exemplo tenho adorado buscar outras fontes além da moda. Claro que roupas e acessórios continuam aparecendo por ali, mas tenho me divertido experimentando fotografar com comidinhas, flores… Então atualmente encontro muita inspiração indo ao supermercado (sim!). As vezes vejo um chocolate diferente ou uma balinha dessas coloridas e já imagino uma foto.

Outro lugar inusitado que pode render novas fotos? Lojas tipo 1,99 e afins, sabe? Tem mil itens e entre velas, papelaria e flores artificiais você pode encontrar novas ideias. Eu preferia ter usado flores de verdade, mas como não encontrei na floricultura aqui perto de casa o que eu havia imaginado, recorri a uma dessas lojinhas para fazer a foto aqui embaixo. O buquê de flores não era exatamente bonito, então recortei os galhos e achei que funcionou super bem.

Ou seja, não é preciso gastar fortunas ou ter coisas incríveis para fazer flat lays, a inspiração pode estar nos lugares mais simples!

flat lay

5. Perspectiva

Já falei muitas vezes que o ideal é sempre fotografar bem de cima a composição de flat lay. Geralmente uso uma escada para conseguir uma boa distância e para que eu possa me posicionar exatamente em cima dos objetos.

As vezes por mais que você faça várias fotos e tente garantir esse posicionamento ideal, a foto pode não ter a perspectiva correta e isso fica visível especialmente em objetos retos. Mas alguns erros pequenos de perspectiva podem ser facilmente corrigidos durante a edição das fotos.

Como mencionei no post sobre fotografia em geral, uso bastante o aplicativo Snapseed para editar as fotos no celular mesmo. E nesse app dá para corrigir as fotos de flat lay que tenham esse errinho de perspectiva.

É só clicar em: Transformar > Perspectiva horizontal e/ou vertical (para mudar as opções é só manter o dedo pressionado na tela e arrastar para baixo)

Aqui embaixo um exemplo de antes e depois. Não editei as bordas das fotos para que vocês pudessem visualizar melhor a correção de perspectiva. Repara que na foto da esquerda a margem superior da foto e as listras estão inclinadas para baixo. Os objetos à esquerda parecem mais próximos da lente né?

Usei a ferramente de perspectiva horizontal do Snapseed e corrigi esse erro. Olha como as listras e a margem da foto parecem mais retas e os objetos na mesma distância da câmera.


Que tal essas novas dicas? Tentei colocar algumas coisas bem práticas que quem já está arriscando alguns flat lays pode experimentar e ver a diferença! Conforme eu for fotografando lá no @coolflatlays e surgirem novas dúvidas de vocês compartilho mais truques e curiosidades por aqui!


Mais sobre flat lays:

Desde aquele primeiro post com dicas para fotos no estilo flat lay (ainda não leu? Clica aqui!) não parei mais de produzir novas composições. Sempre contei para vocês que sou mesmo apaixonada por fotografia, e já que nos looks estou sempre na frente das câmeras acho que encontrei uma forma de me sentir realizada fotograficamente através dos flat lays!

Tenho produzido várias fotos por semana e muitas vezes acabo não postando aqui no blog ou no meu perfil do Instagram. Por isso criei um outro perfil só para postar esse tipo de fotografia: @coolflatlays!

Mais do que isso, tenho aproveitado o coolflatlays para contar mais sobre cada foto, dar dicas e mostrar no stories em tempo real a produção das fotos, com dicas bem vida real mesmo. Quem aí me viu em cima da escada na semana passada enquanto fotografava?

Essa foto aqui embaixo mostrei no stories hoje, então corre que ainda dá tempo de ver uma dica bem bacana que eu dei para manter os objetos exatamente no lugar que você quer. Também contei da inspiração que veio toda desse dia de outono, cinzento, com chuva fininha e melancólico.

coolflatlayscoolflatlays

Além disso, agora posso reunir todas as minhas fotos de flat lay em um só lugar o que facilita muito para quem estiver buscando inspiração né?

E por falar em inspiração, se você também tem curtido esse tipo de fotografia e tem produzido alguns flat lays por aí marca o @coolflatlays e usa a #coolflatlays para que a gente possa criar juntos uma galeria bem bacana pra inspirar cada vez mais. Eu vou amar ver o que vocês estão produzindo e encontrar novas idéias e composições.

Sério, mesmo se você ainda é iniciante e está dando os seus primeiros passos nesse mundo viciante dos flat lays me marca lá no instagram. Vamos aprender e melhorar nossas fotos juntos! (:

coolflatlays

Ah, mas se você não curte fotografar, mas curte umas pecinhas bacanas, sapatos lindos, óculos incríveis e tal, segue lá também! No @coolflatlays mostro várias peças que ainda não mostrei nos looks du jour.

Enfim, esse novo projeto é muito especial para mim e fico muito feliz com cada comentário, cada direct e cada foto que recebo por lá.

Enquanto isso, estou produzindo um novo post com dicas para fotos em flat lay. São alguns truques e detalhes que vão além do básico que vocês já encontram naquele meu primeiro post.

E se você tiver alguma dúvida específica sobre esse tipo de fotografia e composição, essa é a hora de me escrever! Deixa aqui nos comentários que no próximo post já aproveito para responder tudinho.


Mais sobre flat lays:

'