coolflatlay

Ao longo desses meses de @coolflatlays recebi algumas perguntas de leitores sobre os mais variados assuntos. Recebi mais algumas perguntas nesses últimos dias e tentei selecionar algumas para responder nesse post de hoje.

Tentei responder minuciosamente e ilustrar sempre que possível. Para não deixar o post muito longo vou dividir em diferentes postagens e dedicar algumas a temas mais recorrentes como a edição das fotos. Então se a sua dúvida não foi respondida aqui pode ficar tranquilo que em breve faço mais um post desse.


Oi, queria saber como você faz para não aparecer a sombra da câmera na foto, nunca consigo tirar fotos assim por esse motivo.

Nas fotos de flat lay a gente se posiciona bem acima da composição né? Então nesse caso o ideal é que a luz não esteja atrás de você – no teto, por exemplo.

Não tenho nenhum equipamento de iluminação para fotografias, por isso prefiro usar a luz natural. Geralmente fotografo em um móvel que fica próximo à porta de uma varanda. Assim entra bastante luz de forma lateral na foto e não preciso me preocupar com a minha sombra. Nesse caso vale lembrar que tenho uma cortina translúcida que deixa a luz mais suave e deixa a até mesmo a sombra dos próprios objetos quase imperceptível.

Mas se você realmente precisa fotografar usando algum ponto de luz da sua casa e ele está localizado no teto sugiro que você não tente fotografar logo abaixo dessa luminária, mova sua composição para fora desse foco central de luz isso vai amenizar sua sombra. Ou tente acrescentar outros pontos de luz entrando pelas laterais da composição, com um abajur por exemplo.


Adoro esse tipo de foto e obrigada pelas dicas! Mas quando aparece seu braço/mão, alguém que tira ou você consegue fazer no automático da câmera usando um tripé?

Atualmente para as fotos em que aparecem as minhas mãos ou pés preciso da ajuda do Thiago, meu namorado – que é também quem fotografa todos os meus looks aqui do blog.

Geralmente monto a composição da foto, já deixo os lugares certinhos para me posicionar e ele fotografa para mim. Mas sempre rolam alguns cliques a mais já que é difícil estar no lugar certo e de uma forma natural sem ver o resultado final. E é zero glamour: fico debaixo da escada mesmo e as vezes faço o maior malabarismo pra ficar tudo certinho!

Mas pretendo comprar um tripé para poder fotografar sozinha também nesses casos. Assim que isso acontecer conto para vocês sobre a minha experiência com o tripé para essas fotos.

flat lays


Você usa um móvel para fazer as fotos né? Qual o tamanho dele?

Sim! Atualmente grande parte das minhas fotos de flat lay é feita na superfície de um móvel branco. Ele não tem nada de especial, mas funciona bem por ser neutro e estar localizado perto de uma boa luz. Ele tem 50 cm de largura por 1.40m de comprimento. Como as fotos são quadradas se ele fosse 50x50cm já seria o suficiente.

Lembrando que uso esse móvel para fotos de flat lay pequenas, com acessórios e objetos menores. No caso de flat lays que tem como objeto peças de roupas é preciso um fundo maior!


Tenho dúvidas sobre simetria. Eu já percebi que nas suas flat lays tem sempre uma linha imaginária. Mas não consigo reproduzir…

Adorei a pergunta porque simetria é super importante nas fotos! Na verdade acho que tenho quase sempre duas linhas imaginárias nas fotos, olha só:

Linha imaginária externa: delimitação da foto. As minhas fotos são quadradas já que produzo para postar no instagram. Por isso os limites da minha composição tem esse formato (imaginário). Em alguns casos eu posiciono os objetos e formo realmente um quadrado (exemplo 1), em outras composições mais clean as bordas ficam mais livres e os objetos no centro (exemplo 2) e em uma terceira opção eu ultrapasso os limites do quadrado com os objetos e faço um corte quadrado deixando alguns deles pela metade (exemplo 3). Aqui estão algumas fotos inteiras das composições para vocês visualizarem melhor as linhas imaginárias em vermelho:

exemplo 1

exemplo 2

exemplo 3flat lays

Em todos esses casos você pode “pré visualizar” o quadrado usando a ferramenta quadrado na câmera do seu celular, por exemplo. Assim você consegue garantir que as linhas imaginárias externas estão posicionadas como você precisa.

Linha imaginária interna: essa é mais difícil de explicar e vai variar de acordo com cada composição. Uma composição pode ser toda retinha, com os objetos perfeitamente alinhados (exemplo 1). Mas também pode ser inclinada (exemplo 3) ou assimétrica (exemplo 2). Em todos os casos você só vai conseguir “desenhar” essas linhas montando, experimentando e percebendo o que fica melhor. É super abstrato e depende do senso estético de cada um.


Como usar mini esculturas (tipo uma torre eiffel) no flat lay?

No flat lay praticamente todo tipo de objeto pode ser usado. Mas como o ângulo é sempre de cima é bom analisar o que fica legal a partir dessa visão. Na foto de abertura desse post aparecem 2 torres Eiffel, mas repara como elas ganham um novo formato vistas de cima. Isso vai variar de acordo com cada objeto e você precisará testar o que funciona ou não.

Algumas coisas, como um vidro de esmalte, por exemplo, fica mais bonito e visível quando posicionado deitado na foto. Uma caneca linda estampadinha, por exemplo, não será apreciada, já que você só verá o fundo da caneca e “deitada” dependeria da composição para ficar bacana e contar uma história coerente. Então vale reunir alguns objetos bacanas que você gostaria de usar e realizar alguns testes para ver o resultado na foto!

Olha só como os mesmo objetos ficam completamente diferentes quando fotografados de cima (flat lay) e de frente. O ideal é experimentar essas diferentes formas de compor!


Você precisa dar um curso! Já pensou nisso? “Curso: flatlays e composição para iniciantes”

Nunca tinha pensado, mas adorei a ideia! Considero que ainda estou aprendendo e todo dia descubro alguma coisa nova em relação aos flat lays, mas acho que já tenho algumas dicas para compartilhar e alguma experiência desde que comecei a fotografar com mais assiduidade para o @coolflatlays. O que vocês acham da ideia? Que tal um curso de flat lays?


Mais sobre flat lays:

'