black and white

Eu estava com saudades de um look assim inteirinho em preto e branco com mix de estampas. Tudo que eu amo! Usei uma mini saia de pied de poule com uma blusa branca fofíssima da Narci com a golinha desfiada. Só assim o look já estava perfeito, mas como não resisto a uma terceira peça já acrescentei o meu casaco de listras. Adorei tanto a combinação das duas peças que já penso em repetir, mix de estampa poderoso né?

Os acessórios também são só amor. A bolsa de coração vocês já conhecem de muitos outros looks e continua sendo o meu xodó por aqui. A boina preta promete ser outra peça que vocês vão ver até enjoar. Adoro que ela tem alguns ilhós aplicados e sai daquele modelinho básico.

Também usei o meu óculos novo da ZeroUV em formato de coração. Até comentei lá no instagram que estou na fase do óculos branco né? Quero armações de todos os formatos nessa cor. E por fim, o sapato de laço, super clássico!

Que tal, gostaram do look?

blusa: Narci / casaco: Romwe / saia:  Forever21 / óculos: ZeroUV / bolsa: Dafiti / boina: Forever21 / sapato: shein

camisa listrada

Para os looks do dia a dia não tem combinação mais certeira do que camisa e calça jeans né? Eu amo e confesso que é a minha fórmula pronta para aqueles momentos que não quero pensar muito sobre o que usar. Em geral acabo caindo na clássica camisa branca e calça jeans preta.

Mas que tal incrementar essa fórmula acrescentando alguma estampa na camisa e um pouco de cor na calça? Eu experimentei com a camisa listrada em preto e branco. Tenho essa peça há anos mas só recentemente realmente me apaixonei por ela e tem sido uma das minhas escolhas frequentes. Ainda bem que não me desapeguei dela antes.

Já na parte de baixo a calça jeans preta seria a escolha mais óbvia. Então dei uma chance para essa calça ferrugem e amei demais a combinação. Não é algo que eu pensaria imediatamente como uma opção e por isso mesmo me agrada. O que vocês acham?

Nos acessórios usei a bolsa em matelassê tipo maleta da Dafiti e a minha indefectível sapatilha preta da Tutu. O destaque mesmo vai pra esse óculos oval branco da ZeroUV e minha nova boina preta.

CALÇA: rENNER / CAMISA: sHEIN / BOLSA: dAFITI / óculos: Zerouv / BOINA: ROMWE / sapatilha: Tutu 

camisa listrada

Saia midi branca

Algumas combinações não tem erro né? Cada um tem uma fórmula infalível de usar determinadas peças ou cores e se sentir incrível sempre. Pra mim é esse look de hoje. Tem preto e branco, tem saia midi, tem acessórios fofos e scarpin.

Vou começar falando sobre essa saia, porque eu amo quando não economizam no tecido e fazem a saia beeeem rodada. Além disso, esse tecido é mais pesadinho, então fica lindo em movimento e ainda é super confortável pra usar, sem medo de qualquer ventinho fazer aquele efeito Marilyn Monroe.

Como a saia tem um ar mais chic, por conta do comprimento e do tecido, escolhi usar com uma tshirt para dar uma quebrada nisso e deixar o look mais casual. Essa tshirt é fofíssima e devo dizer que tem um precinho lindo, R$27,99, surreal né?

Agora foco nos acessórios: o que é essa bolsa de coração? Tão linda e deixa qualquer look básico mais divertido. Também usei o scarpin que mostrei no post de ontem sobre os sapatos. Ele fica incrível nos pés né? É diferente e é muito confortável.

Por fim, estou variando entre penteados, chapéu, qualquer coisa que dê vida aos meus cabelos. Estou achando ele meio sem graça nesse comprimento intermediário, por isso tenho incrementado o visual com lencinhos como esse de bolinhas.

tshirt: Dafiti / saia: Dafiti / óculos: ZeroUV / bolsa: Dafiti / jóias: Pandora / sapato: Dafiti

Saia midi branca

Gingham Pants

Tá aí um look que eu amei e pretendo colocar no repeat muitas vezes. Essa calça já apareceu por aqui há muito tempo, alguém lembra? Aproveitei o final de semana de sol para dar vida nova a ela e achei que o look ficou mesmo com cara de domingo. Confortável, fácil e estiloso!

O destaque do look é todo da calça com essa estampa, gingham, vichy, não importa o nome, um clássico. Em preto e branco dá vontade de ir logo para uma produção monocromática né? E foi isso que eu fiz. Usei com esse top de ombro a ombro da Eliza J (amo que ele tem um tecido super grosso e encorpado).

Como a proposta era mesmo bem casual a melhor escolha foi o oxford preto e branco da Tutu. É uma novidade da marca, mas parece que eu já tenho há anos de tanto que já usei. O couro é molinho e essa combinação de cores é bem charmosa com o bico preto.

Já que o look é simples caprichei nos acessórios. Usei a minha bolsa de gatinho que deixa tudo mais fofo, o meu clássico chapéu preto e muitas jóias da Pandora. Que tal?

blusa: Eliza J / calça: Shein / óculos: Zerouv /  jóias: Pandora / brinco: Santa Boutique /  BOLSA: NEW CHIC / oxford: Tutu Sapatilhas

Gingham Pants

bota over the knee

Esse look poderia ser meu uniforme durante o outono, reúne vários detalhes clássicos que eu amo e é o tipo de composição que não me canso de usar.

Começando por essa estampa né? Fiquei em dúvida se era pied de poule ou um xadrez bem delicadinho, mas de qualquer forma adoro o desenho atemporal. Por sem em preto e branco não tem erro e pode ser usado em inúmeros looks. Dessa vez usei o blazer e a saia juntos, tipo conjuntinho mesmo, mas acho que ambas as peças ainda vão render muitas outras composições. Ah, essas duas peças são da Pop Up Store e foi mais um daqueles casos em que me peguei namorando as peças depois de ver a Fabiana Justus usando.  Amo ver os looks no dia a dia, facilita muito as nossas escolhas!

Confesso que achei esse look usado como conjunto muito a cara do filme Patricinha de Beverly Hills e me joguei nessa inspiração, completando o look com a camisa branca de laço.

Os acessórios também ajudam a compor de acordo com a inspiração, o chapéu boater preto e as botas over the knee dão o toque final. E a bolsa de bolinhas é aquele detalhe que amo, um mix de estampas discreto e divertido. Que tal?

blazer: Pop Up Store / saia: Pop Up Store / bolsa: Dafiti / óculos: ZeroUV / bota: Suzana Santos

bota over the knee

No post sobre os meus 30 anos (yay, tá chegando!) contei para vocês que eu e o Thiago compramos nosso primeiro apartamento. É a realização de um sonho né? Estamos tão felizes e cheios de planos que resolvi compartilhar um pouco mais dessa nova fase por aqui, pois tudo é novidade pra gente!

Moramos juntos há quase um ano, mas estamos em um apartamento alugado e sentíamos falta de ter uma casa que fosse totalmente a nossa cara. Além disso, não é novidade que amo fotografar e ter ambientes bacanas aumentaria muito as minhas possibilidades fotográficas. Imagina? Hoje fazemos quase todas as nossas fotos na rua, mas tenho curtido muito experimentar dentro de casa. Então estou super ansiosa para termos um cantinho só nosso pra produzir um conteúdo ainda mais especial!

Durante esse ano procuramos muitos apartamentos, visitamos inúmeras opções e finalmente encontramos um que se encaixasse nas nossas necessidades e orçamento. É um apê pequeno, mas com muitas possibilidades e que com algumas reformas vai ficar exatamente como imaginamos.

Embora o Thiago seja engenheiro civil, nessa fase de pensar na reforma e aproveitar bem o espaço limitado que temos sentimos a necessidade de procurar um arquiteto. E essa é a parte mais legal da nova casa, né? Pensar nas possibilidades, montar cada cantinho do nosso jeito… mas como escolher um arquiteto?

Essa foi a nossa primeira grande dúvida, pois nunca fizemos reformas, não temos contato com profissionais da área e não fazíamos a menor ideia de como funcionava esse serviço. Quem mais?

Quero compartilhar com vocês todas as fases desse nosso processo e o primeiro passo é esse: a escolha do arquiteto.

A primeira coisa que pensamos foi em pedir indicações de profissionais para amigos e conhecidos. É bom ouvir a experiência de outras pessoas com esses serviços e listar alguns nomes. Foi isso que fizemos e com uma lista considerável de profissionais aqui da região em mãos passamos a pesquisar sobre o trabalho de cada um deles.

Comecei procurando na internet pelos sites, fotos em redes sociais, matérias sobre projetos já executados. Dessa forma dá para perceber um pouco do estilo de cada um e passei a filtrar de acordo com o meu gosto.

Já com alguns nomes selecionados marcamos uma conversa no escritório de alguns profissionais para entender melhor como funcionava o trabalho de cada um deles, pedir um orçamento e explicar os nossos objetivos. Acho que essa é a parte mais importante e foi decisiva para a gente!

Esse encontro pessoal permite imaginar como será o relacionamento com o arquiteto, afinal você precisa confiar e se sentir à vontade para mostrar suas opiniões, mudar o que for preciso e chegar em um resultado bacana. Enfim, tem que simpatizar com a pessoa, é um pouco aquela coisa de feeling, sabe? Inexplicável e só com uma conversa pessoalmente dá para decidir isso.

Nosso apê: escolhendo arquiteto

Foi a partir desse momento que escolhemos nosso arquiteto: André Sartor!

Além daqueles pontos que mencionei anteriormente (indicações, um estilo bacana e que muito me agrada)  ele nos ganhou na questão das reuniões. Para alguns arquitetos esse primeiro contato pode ser apenas o momento de passar o orçamento, já que o cliente pode não voltar. Com o André fizemos uma primeira reunião para conversar – e já serviu pra constatar que o critério simpatia e feeling tinha dado certo.

Mas ao invés de passar logo um orçamento padrão, marcamos um segundo encontro já no nosso apê para que ele pudesse conhecer pessoalmente, analisar possibilidades e tal – outra oportunidade de mostrar mais sobre o serviço dele e cativar o cliente né? Só em uma terceira reunião ele nos passou orçamento detalhado já acompanhado de um layout imaginado para o apê.

Nesse momento ele mostrou que preguiça, má vontade e mau humor definitivamente não combinavam com o trabalho dele. E toda essa atenção com a gente foi um diferencial e tanto!

Ah, outro ponto importante? Se mostrar atualizado, ter rede social acho essencial. Não sei se é porque trabalho com isso, mas fui logo checar o Instagram e Facebook.

Nosso apê: escolhendo arquiteto

Bom, agora estamos na fase de finalizar o projeto! Ainda não posso mostrar detalhes, mas em breve conto mais sobre esse próximos passos…

Ah, e as fotos de hoje foram feitas no meu apartamento atual! Improvisei um cantinho para ilustrar o post e de quebra já mostrar um pouquinho do mood que quero nosso novo apê. Que tal?


Pra quem também está vivendo essa fase, vou deixar aqui o contato do nosso arquiteto:

ANDRÉ SARTOR ARQUITETOS

R. Santos Guglielmi, 988-1176 – Pio Corrêa, Criciúma – SC, 88811-540 – telefone: (48) 3045-6090

Estampa de Estrelas

Não consigo resistir à peças com estampa de estrelas, acho tão fofinho! É quase um clássico como a estampa de bolinhas ou listras, mas com um toque divertido.

O que eu mais gostei nesse vestido de estrelinhas da Shoulder é que a estampa não tem um padrão regular de repetição e os desenhos parecem mais livres. Sai um pouco do usual e isso é ótimo né? O vestido é de alcinhas e já que a temperatura permite aproveitei para usar uma camisa com um lacinho preto por baixo, porque sim, estou completamente viciada nessas sobreposições.

O looks estava bem preppy e por isso resolvi usar a jaqueta jeans que dá uma cara mais casual. Essa jaqueta preta também é da Shoulder e eu adorei porque é um pouco mais comprida, ideal para usar assim com vestidinhos.

Nos acessórios bota over knee da Carrano que usei também em um look recente e mini bag bicolor. Esse look já está no repeat porque amei muito!

vestido: Shoulder /  jaqueta: Shoulder / óculos: ZeroUV / bolsa: Macadamia / bota: Carrano

Estampa de Estrelas

black and white black and white

Os dias mais quentes são sempre os mais difíceis na hora de se vestir. No calor não dá pra inventar muita moda, nada de sobreposições, camadas, ou seja, nada daquilo que a gente tanto gosta. Mas dá sim pra manter o estilo, mesmo usando poucas ou apenas uma peça.

Ontem foi um desses dias abafados, típicos de verão. Momentos antes de cair aquele temporal parece que a umidade deixa a sensação ainda pior. A minha escolha para enfrentar o dia foi esse vestidinho da Inspireland. Tecido leve, alcinhas e curto. Mas são os pequenos detalhes que deixam tudo mais encantador. No lugar das alças, dois lacinhos delicados. A modelagem mais justinha nessa estampa xadrez bem miudinha é puro amor né? Tem uma coisa meio vintage, que faz esse vestido ser ainda mais charmoso.

E já que a temperatura não permitia nem uma peça de roupa a mais, usei os acessórios a meu favor. Lembra que no último post falei de alguns acessórios novos para incrementar os penteados de verão (só estou variando entre coque e rabo de cavalo)? Então, essa tiara com um nózinho é um desses acessórios que deixa o look ainda mais fofo. Comprei uma preta e uma rosinha e já estou usando muito.

Outro ponto alto do look é a bolsa da Rosegal. Para uma apaixonada por mix de estampas como eu essa bolsa é a melhor escolha. Listras + bolinhas, como resistir?

vestido: Inspireland / óculos: ZeroUV / bolsa: Rosegal / sapatilha: Vinci Shoes

'